Notícia

Brasileiros são pegos em fraude envolvendo benefício do Covid-19

Mais de 250 de estrangeiros foram identificados tentando burlar o sistema ao receber o auxílio emergencial do governo, mesmo após sair do país. Praticamente todos eram brasileiros.

O benefício de €350 por semana é pago durante três meses, totalizando €4.200 (cerca de R$25.000), aos trabalhadores que perderam seus empregos devido à crise do coronavírus. Qualquer pessoa vivendo na Irlanda, incluindo estrangeiros, tem direito a solicitar o auxílio, porém é preciso estar residindo legalmente no país.

Um grande número de brasileiros que vivem na Irlanda e perderam seus empregos foram vistos no Aeroporto de Dublin voltando para casa. Muitos deles solicitaram o auxílio emergencial, porém não têm o direito de recebê-lo caso não estejam mais vivendo no país.

Para uma das fontes ouvidas pelo Extra, “é inaceitável que eles estejam vivendo no Brasil e recebendo em suas contas €350 por semana do governo irlandês pelos próximos três meses […] Muitos destes estudantes brasileiros podem voltar quando as escolas e os empregos reabrirem. E muitos podem não voltar. Enquanto isso, não podem receber o benefício irlandês estando de volta ao Brasil”.

Nas últimas duas semanas e meia, todas as pessoas saindo da Irlanda estão tendo suas informações checadas por oficiais da segurança social, auxiliados pela polícia migratória. A operação já economizou cerca de 1 milhão de euros aos cofres públicos ao cancelar o benefício das centenas de brasileiros que estavam aptos a recebê-lo, mas que deixaram o país.
Outra fraude envolvendo o auxílio emergencial do governo já havia sido descoberta nos últimos dias pela polícia. O benefício está sendo usado para lavagem de dinheiro por uma gang de criminosos, que dá dinheiro à pessoas em troca do acesso às suas contas bancárias. Muitos dos indivíduos que cederam suas contas são estudantes que precisam do dinheiro. Segundo o Irish Times, mais de €6 milhões de euros já foram lavados através destas contas na Irlanda.

Author: Pedro Henrique Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below: