Notícia, Voos e Viagens

7 belezas naturais da Irlanda que você precisa conhecer

Nem só de história e cerveja vive a Irlanda. A ilha é repleta de paisagens espetaculares, com belíssimas praias, montanhas, lagos e uma biodiversidade de dar inveja a muitos dos seus vizinhos europeus. Confira algumas das principais belezas naturais da ilha para incluir no seu roteiro:

Benbulbin (ou Ben Bulben)

Esta formação rochosa no condado de Sligo tem um formato bem peculiar, que lembra a proa de um navio. A montanha é cenário de muitas lendas irlandesas, e é famosa pela conexão com o poeta William Butler Yeats – o local foi tema do seu último poema antes de morrer. Benbulbin também serviu de refúgio para republicanos durante a Guerra Civil Irlandesa e foi o local da queda de dois aviões durante a Segunda Guerra Mundial.

Belbulben Co. Sligo
Benbulbin, Co. Sligo

Killarney Lakes

Conjunto de três lagos – Lough Leane, Muckross Lake e Upper Lake – no condado de Kerry. A região é um dos lugares de maior biodiversidade da ilha, e a beleza do local já foi tema de músicas, poesias e pinturas. No local onde os três lagos se encontram é possível ver a Old Weir Bridge, uma ponte de pedra com mais de 400 anos de história.

Killarney Lakes
The stunning Killarney Lakes in Co. Kerry

The Burren

O nome, que vem do gaélico Boireann (ou “grande rocha”), refere-se à extensa cobertura rochosa do solo que, por vezes, faz você se sentir como se estivesse em Marte. Apesar do cenário deserto, o parque de cerca de 1.500 hectares abriga mais de 70% de todas as espécies de planta da Irlanda. Um dos pontos mais famosos é Poulnabrone, um túmulo do período neolítico onde foram encontrados restos mortais de mais de 30 pessoas ao longo da história.

The Burren
The Burren, Co. Clare

Giant’s Causeway

Também conhecida como “Calçada dos Gigantes”, esta espetacular formação rochosa na Irlanda do Norte é composta por mais de 40.000 colunas de basalto, a maioria de formato hexagonal. O local é patrimônio da UNESCO e recebe cerca de 1 milhão de visitantes todos os anos. Diz a lenda que as rochas foram criadas por um gigante chamado Finn MacCool como forma de caminhar pelo mar sem molhar os pés, mas a verdade é que as colunas de pedra foram formadas há mais de 60 milhões de anos atrás por uma erupção vulcânica.

Giant’s Causeway
Giant’s Causeway, Northern Ireland

Hill of Tara

Esta colina no condado de Meath é um dos locais de maior importância histórica e arqueológica da ilha. Este é o local onde os antigos reis subiam ao poder, e diz a lenda que o próprio St. Patrick esteve por lá para confrontar os pagãos e consolidar o cristianismo de uma vez por todas na Irlanda. Segundo a mitologia irlandesa, Tara era a capital de um antigo reino dos deuses. O monumento mais famoso é o Mound of the Hostages, um túmulo do período neolítico onde centenas de pessoas foram enterradas.

Hill of Tara
Hill of Tara, Co. Meath

Powerscourt Waterfall

Esta é a maior cachoeira da Irlanda, com 121 metros de altura. Situada em um vale no Rio Dargle, próximo às montanhas de Wicklow, este local serviu de inspiração para muitos poetas e artistas, e já apareceu em filmes e séries como Excalibur (1981) e Vikings (2013). A cachoeira fica a 5km da Powerscourt House, mansão construída no século 18.

Powerscourt Waterfall
Powerscourt Waterfall, Co. Wicklow

Dún Briste

Esta gigantesca coluna de pedra foi separada da costa durante uma forte tempestade em 1393, e hoje fica ilhada no oceano. Diz a lenda que foi St. Patrick que partiu a rocha ao meio, em resposta à um pagão que se recusou a virar cristão. Mas, na verdade, o arco que ligava a pedra ao resto da ilha desmoronou durante a tempestade, tanto que o nome Dún Briste (que significa “forte quebrado”) faz referência a este episódio. Já falamos sobre o local e o resto da península de Downpatrick Head aqui no oi.ie.

Dún Briste
Dún Briste, Co. Mayo

Author: Pedro H. Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below:
This site uses cookies. By continuing to browse the site you are agreeing to our use of cookies. Find out more on our privacy policy page.