Close sidebar
Uncategorized

Motorista que matou entregador brasileiro não vai preso

Learner driver Ireland Brazil

Motorista Nigeriano portador de habilitação provisória, cuja direção irresponsável levou um entregador brasileiro a óbito, obteve sentença suspendida e não irá para a prisão na Irlanda. 

Kaine Ugwo (25) dirigia há apenas 3 meses quando o acidente ocorreu. O portador da habilitação provisória deveria ter um acompanhante com carteira permanente no carro, como exigido pela lei na Irlanda. 

Ugwo não tem antecedentes criminais e na noite da tragédia, não esteve em consumo de álcool ou em velocidade alta. O motorista permaneceu na cena do acidente e cooperou com a polícia local, o que contribuiu para sua sentença. 

A vítima de 34 anos, Fernando Coimbra de Almeida Morato, estava trabalhando como entregador de comida e tinha acabado de deixar um pedido quando colidiu com Ugwo no semáforo de uma avenida.

Durante o julgamento, que resultou em 5 anos de sentença suspensa mais 20 mil euros de compensação, a court identificou que o visto do motorista havia expirado. A Juiza Elma Sheahan estabeleceu que Ugwo deve permanecer na Irlanda enquanto estiver pagando a indenização durante o período de 6 meses, sendo 10 mil à noiva e outros 10 mil à mãe da vítima. Como Ugwo não possui um visto válido de trabalho no momento, a questão que permanece é como ele valor será retificado. 

Além da sentença de 5 anos suspensa e 20 mil euros de indenização, Ugwo foi banido de dirigir por 6 anos. Enquanto concluía a sentença, a Juiza Elma declarou suas condolências à família de Morata nesse momento trágico e concluiu que o motorista “carregará pra sempre o peso de ter tirado uma vida humana, independente do seu julgamento no tribunal.”

A noiva de morato anunciou em seu testemunho que desde o acidente sua vida também acabou e já não havia mais significado e agora já retornou ao Brasil. O advogado de defesa Seamus Clarke confirmou que seu cliente Ogwo carregará pra sempre essa dor e que o mesmo havia trabalhado em um escritório de advocacia, mas perdeu o emprego recentemente.

Author: James Osborne

Embora não seja brasileiro, James tem muitas influências brasileiras em sua vida, com um parceiro mineiro e muitos amigos e colegas brasileiros. James adora todas as coisas de tecnologia, em particular o desenvolvimento front-end da web e plataformas de código aberto, como WordPress e Joomla.
or connect on social media below:
This site uses cookies. By continuing to browse the site you are agreeing to our use of cookies. Find out more on our privacy policy page.