Uncategorized

Motorista que matou entregador brasileiro não vai preso

Motorista Nigeriano portador de habilitação provisória, cuja direção irresponsável levou um entregador brasileiro a óbito, obteve sentença suspendida e não irá para a prisão na Irlanda. 

Kaine Ugwo (25) dirigia há apenas 3 meses quando o acidente ocorreu. O portador da habilitação provisória deveria ter um acompanhante com carteira permanente no carro, como exigido pela lei na Irlanda. 

Ugwo não tem antecedentes criminais e na noite da tragédia, não esteve em consumo de álcool ou em velocidade alta. O motorista permaneceu na cena do acidente e cooperou com a polícia local, o que contribuiu para sua sentença. 

A vítima de 34 anos, Fernando Coimbra de Almeida Morato, estava trabalhando como entregador de comida e tinha acabado de deixar um pedido quando colidiu com Ugwo no semáforo de uma avenida.

Durante o julgamento, que resultou em 5 anos de sentença suspensa mais 20 mil euros de compensação, a court identificou que o visto do motorista havia expirado. A Juiza Elma Sheahan estabeleceu que Ugwo deve permanecer na Irlanda enquanto estiver pagando a indenização durante o período de 6 meses, sendo 10 mil à noiva e outros 10 mil à mãe da vítima. Como Ugwo não possui um visto válido de trabalho no momento, a questão que permanece é como ele valor será retificado. 

Além da sentença de 5 anos suspensa e 20 mil euros de indenização, Ugwo foi banido de dirigir por 6 anos. Enquanto concluía a sentença, a Juiza Elma declarou suas condolências à família de Morata nesse momento trágico e concluiu que o motorista “carregará pra sempre o peso de ter tirado uma vida humana, independente do seu julgamento no tribunal.”

A noiva de morato anunciou em seu testemunho que desde o acidente sua vida também acabou e já não havia mais significado e agora já retornou ao Brasil. O advogado de defesa Seamus Clarke confirmou que seu cliente Ogwo carregará pra sempre essa dor e que o mesmo havia trabalhado em um escritório de advocacia, mas perdeu o emprego recentemente.

Author: James Osborne

While not Brazilian himself James has a lot of Brazilian influences in his life, with a partner from Minas Gerais and many Brazilian friends and colleagues. James loves all things tech, in particular front end web development and open source platforms such as WordPress and Joomla.
or connect on social media below: