Histórias Brasileiras

Gabriel Ferreira Pinto – Sligo

Meu nome é Gabriel Ferreira Pinto. Sou formado em Química pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Vim para Irlanda assim que terminei meu curso de graduação. Após várias buscas de possíveis destinos de intercâmbio escolhi a Irlanda pela viabilidade de estudar inglês e trabalhar. O planejamento inicial era ficar apenas 1 ano, mas renovei por mais dois anos. Em 2012, quando eu vim o visto de estudante de inglês era de 1 ano. Após 3 anos como aluno de inglês, para continuar na Ilha eu teria que renovar com curso de pós-graduação ou graduação. Como o valor de uma pós era muito alto na minha área resolvi voltar para o Brasil para fazer mestrado. Voltei para o Brasil em 2015 e passei no mestrado na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Foi muito difícil acostumar com a vida no Brasil, desde quando eu voltei eu procurei maneiras de voltar para Europa. Fui então atrás do meu direito de cidadania Italiana. Em  Março de 2019 fui reconhecido cidadão Italiano, foi então quando eu decidi voltar para Irlanda para procurar emprego na minha área.

Quando você chegou na Irlanda e por quanto tempo ficou?
Como aluno de inglês de 2012 até 2015. Mudei novamente em maio de 2019 como europeu para buscar empregos na área de Química.

O que você achou do estilo de vida das cidades onde você já morou?
Morei durante 3 anos em Dublin. O maior problema de Dublin é o custo de vida. Na época que eu morava lá já era difícil arrumar acomodação, hoje em dia está muito pior. Apesar disso eu gostava bastante de morar em Dublin. É uma cidade com muitas oportunidades de emprego. Dublin é uma cidade com várias coisas para fazer com vários parques, museus e pubs.
Assim que voltei fiquei por 3 meses em Limerick. É uma cidade com um custo de vida bem mais em conta que em Dublin mas é uma cidade com uma reputação nada boa na Irlanda pois é a cidade com maior quantidade de pessoas desempregadas utilizando os benefícios do governo. Apesar da “bad reputation” Limerick é uma cidade boa e que possui algumas escolas de inglês para intercâmbio. Para quem está vindo para Irlanda agora talvez seja uma boa opção para considerar para estudar inglês.

No momento estou morando em Sligo pois consegui emprego em uma empresa farmacêutica. Estou gostando bastante da cidade. É uma cidade pequena com 19 mil habitantes. A qualidade de vida aqui é muito boa, tem algumas praias para visitar, vários supermercados e centros comerciais.

Como o estilo de vida se diferencia do estilo de vida brasileiro?
O estilo de vida na Irlanda é bem diferente do Brasil. A desigualdade social é muito menor. É muito mais seguro do que morar no Brasil.

Qual a diferença entre os irlandeses e os brasileiros?
Eu acho que os brasileiros são mais abertos do que os Irlandeses.
Os costumes dos brasileiros são diferentes também, nós tomamos café. Os Irlandeses tomam chá.

Qual a melhor parte de morar na Irlanda?
Qualidade de vida, segurança e facilidade de viajar.

Quais são as coisas que você ou outros brasileiros mais sentem falta ao viver na Irlanda?
Família, Amigos e comida.

Onde é o lugar que você mais gosta de visitar na Irlanda e por quê?
Cliffs of Moher e Galway. Gosto bastante de ir nos Cliffs, lá tem uma energia muito boa e o local é lindíssimo. Galway é uma cidade muito bonita de visitar, principalmente na época de natal que tem a feirinha de natal e algumas atrações no centro da cidade.

Que conselho você daria a alguém que pensa em mudar-se para a Irlanda?
Planeje bem a viagem e tire algumas dúvidas com pessoas que já moraram na Irlanda ou ainda moram. Se você possui ascendência Européia procure seus direitos pois facilita muito a vida aqui na Ilha da Esmeralda.

Author: Thiago

Mudei-me para a Irlanda 2012. Trabalho como administrador de empresas e viajo muito para a Europa com meu trabalho. Gosto de escrever e de atletismo durante minhas férias e tento visitar amigos e familiares todos os anos no Brasil.
or connect on social media below: