Notícia

Oferta de aluguéis em Dublin cresce 64% devido ao coronavírus

Há muito tempo, Dublin passa por uma crise de habitação, com altíssimos preços de aluguéis e moradias. No entanto, a crise causada pela pandemia do Covid-19 fez com que houvesse um aumento na oferta de propriedades para aluguel.

Acredita-se que muitos proprietários tenham retirado seus imóveis de sites para aluguel de curta duração, como o Airbnb, e estejam oferecendo-os no mercado.

Segundo o site Daft.ie, a oferta de aluguéis em Dublin cresceu 64% desde o começo de março. Já são mais de 400 novos anúncios, comparado a 242 no mesmo período do último ano. Muitas das propriedades são características de listagens do Airbnb, como apartamentos com um ou dois quartos no centro da cidade.

Segundo o economista Ronan Lyons, do Trinity College, o aumento na oferta está ligada a queda drástica no turismo e na demanda por aluguéis de curta duração na capital. A maior parte do país não teve um aumento brusco como o observado em Dublin, onde a demanda por este tipo de locação é mais alta.

Ainda assim, Lyons diz que a mudança não é suficiente para tornar os aluguéis mais acessíveis em Dublin, e que a demanda pela construção de novas moradias ainda existe.

Author: Pedro Henrique Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below: