Notícia

Estudantes estrangeiros na Irlanda terão vistos renovados até o fim do ano

O governo da Irlanda anunciou novas medidas para facilitar a vida dos estudantes estrangeiros no país. Todos estudantes terão seus vistos renovados até o fim de 2020, desde que estejam matriculados em algum curso online. Isso também vale para os que já completaram 2 anos como estudantes de inglês.

Estudantes deverão comparecer a um Registration Office, que permanecem fechados. Quando forem reabertos, será dada prioridade aos que estiverem se registrando pela primeira vez.

Além disso, estudantes que deixaram a Irlanda antes de terminar seu curso poderão voltar ao país para concluí-lo. O tempo passado fora da Irlanda não contará para o limite de 2 anos dos cursos de inglês.

A medida foi anunciada pelo ministro Charlie Flanagan, que diz que “reconhece as dificuldades que a pandemia de Covid-19 trouxe aos imigrantes, em especial os estudantes internacionais”. Segundo dados do Marketing English in Ireland (MEI), mais de 10 mil estudantes foram forçados a ficar no país devido à pandemia.

O Irish Council for International Students (ICOS), no entanto, manifestou preocupações com a medida, citando a baixa qualidade de alguns cursos online, condições precárias de moradia e dificuldade para conseguir um número de PPS.

A pandemia está causando um grande estrago no setor de educação, já que estudantes estrangeiros estão impossibilitados de vir ao país. O MEI estima que a queda na arrecadação das escolas de idiomas chegará a 80% em 2020. Representantes do setor reclamam da falta de suporte do governo, e estão buscando recursos para subsidiar salários e cobrir as despesas das escolas.

Emissão de vistos continua suspensa

Desde o dia 20 de março, nenhum pedido de visto foi aceito pelo Serviço de Naturalização e Imigração da Irlanda, o INIS.

Ainda é possível solicitar o visto através da internet, porém o pedido só será processado após o fim das restrições. As únicas exceções são vistos de prioridade ou emergência, que são dados a pesquisadores, profissionais da saúde, e familiares de cidadãos irlandeses que estejam voltando para sua residência na Irlanda.

Em janeiro, o INIS processou 613 solicitações, com 93% sendo aprovadas. Em fevereiro, foram 651 solicitações (89% aprovadas). Em março, o número caiu para 361 (93% aprovadas), já refletindo o impacto das restrições causadas pela pandemia.

Author: Pedro Henrique Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below: