Notícia

Dublin tem o custo de vida mais alto da zona do Euro, segundo Mercer

Dublin

Dublin foi considerada a cidade com custo de vida mais caro da zona do Euro, de acordo com o Mercer 2020 Cost of Living Survey. O estudo, divulgado no dia 9 de junho, analisou o custo de vida para expatriados em 209 cidades ao redor do mundo, considerando diversos critérios que incluem gastos com alimentação, moradia, transporte, vestuário e lazer.

A capital irlandesa ficou em 46º lugar no ranking das cidades mais caras do mundo e em 6º lugar entre as mais caras da Europa, atrás de Zurique, Berna, Geneva, Londres e Copenhague – todas fora da zona do Euro.

O alto custo do aluguel em Dublin, que pode facilmente passar de €2.000 por mês, é o principal responsável pelo desempenho de Dublin no ranking. A cidade é mais cara do que capitais como Paris, Berlim e Roma. Em 2020, muitas cidades da zona do Euro caíram no ranking devido à valorização do dólar frente ao Euro.

Apesar disso, o estudo diz que Dublin continua um local atrativo para estrangeiros que desejam trabalhar no exterior, já que a cidade é o destino preferido de empresas que estão transferindo suas sedes para fora do Reino Unido devido ao Brexit.

A cidade mais cara do mundo continua sendo Hong Kong, seguido por Ashgabat, no Turcomenistão, e Tóquio, no Japão. Zurique permanece em quarto lugar, enquanto Cingapura caiu duas posições, ficando em quinto lugar. Nova York ficou ainda mais cara, subindo do nono para o sexto lugar.

As cidades mais baratas do mundo para expatriados são Tunis, na Tunísia (209) e Windhoek, na Namíbia (208).

Impacto do Covid-19

Os dados do estudo foram coletados em março de 2020, antes do pico da pandemia. O verdadeiro impacto da crise, no entanto, só deve ser refletido no ranking do próximo ano.

Segundo o site Daft.ie, houve um aumento de 39% na quantidade de imóveis disponíveis para aluguel em Dublin, apesar dos preços continuarem altos. O valor médio do aluguel na Irlanda subiu 0,6% em abril em comparação com o mês anterior.

Segundo Noel O’Connor, da Mercer Ireland, a pandemia vai dificultar a vida dos trabalhadores estrangeiros devido às flutuações no câmbio, demissões e cortes de salários.

Author: Pedro H. Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below:

One thought on “Dublin tem o custo de vida mais alto da zona do Euro, segundo Mercer

Comments are closed.

This site uses cookies. By continuing to browse the site you are agreeing to our use of cookies. Find out more on our privacy policy page.