Notícia

10 experiências que você não pode deixar de ter na Irlanda

Mesmo que você passe apenas alguns dias na Irlanda, ou more por muitos anos na ilha, há certas experiências que você não pode deixar de ter antes de ir embora. São experiências únicas, que vão fazer da sua estadia na Irlanda algo a ser guardado para sempre na memória. Confira:

1) Caminhar pela Grafton Street: Um dos endereços mais famosos de Dublin. A rua, que tem um dos preços por metro quadrado mais caros do mundo, é dominada pelo comércio, desde as lojas mais comuns até as butiques de luxo. Desde a década de 80, a rua é exclusiva para pedestres, por isso é comum encontrar músicos, pedintes e performances de rua por lá.

2) Beber (e conhecer) a Guinness: A cerveja mais famosa da Irlanda e talvez do mundo pode ser encontrada em qualquer pub, mas nada se compara à experiência de visitar a Guinness Storehouse, em Dublin. O local recebe mais de um milhão de visitantes por ano, e é o verdadeiro paraíso para quem gosta de cerveja (e até mesmo para quem não gosta). Lá é possível aprender sobre a história da marca, o processo de fabricação da cerveja e beber um pint no Gravity Bar, um bar panorâmico no terraço do edifício, com belas vistas da capital.

3) Conhecer o Trinity College: Fundado em 1592 aos moldes das famosas universidades de Oxford e Cambridge, o Trinity College é a instituição de ensino de maior prestígio da Irlanda. Mesmo que você não estude lá, não dá para deixar de conhecer o belíssimo campus de arquitetura Georgiana. A biblioteca é um dos principais pontos turísticos da capital, conhecida por guardar exemplares raríssimos de livros e peças como a harpa que serviu de modelo para o famoso emblema da Irlanda.

4) Dirigir pela Wild Atlantic Way: Famoso roteiro que atravessa nove condados da costa oeste da Irlanda, de norte a sul da ilha. Ao longo da rota, que tem mais de 2.500km, há centenas de pontos turísticos e atividades para todos os gostos. Entre os destaques estão os Cliffs of Moher, Downpatrick Head, Mizen Head e Dursey Island. A rota é considerada uma das mais bonitas do mundo, e é frequentemente comparada à Pacific Coast Highway, na Califórnia.

5) Visitar o Giant’s Causeway: Formação rochosa única no mundo e patrimônio da UNESCO. Este conjunto de milhares de colunas de basalto foi formado há mais de 60 milhões de anos atrás e impressiona pelo formato esculpido das pedras. O local ficou ainda mais famoso após servir de cenário para as filmagens de Game of Thrones.

6) Aprender sobre o Titanic: Cobh, no sul da Irlanda, foi a última parada do Titanic antes do seu naufrágio, em 1912. O navio, no entando, foi construído em Belfast, capital da Irlanda do Norte. Hoje, há um museu na cidade dedicado à tragédia e ao legado do Titanic na história marítima da Irlanda. Lá é possível ver artefatos originais, galerias interativas e reconstruções em tamanho real. A atração é uma das mais visitadas na ilha e já recebeu diversos prêmios.

7) Ouvir o irish folk: Se você pensa que a música irlandesa se resume a U2 e Ed Sheeran, está muito enganado. A música tradicional irlandesa (também conhecida como irish folk music) está viva e continua sendo muito celebrada. Doolin é considerada a capital irlandesa da música, e nos pubs da cidade rola música ao vivo todas as noites. Entre os principais pubs da cidade estão o Gus O’Connor’s e o McDermott’s. Também há muitos festivais anuais que celebram o gênero, como o TradFest, em Dublin, e o Ballyshannon Folk Festival, em Donegal.

8) Ter um irish breakfast: O tradicional café da manhã irlandês é um verdadeiro banquete, e surgiu como uma forma de dar bastante energia para o dia de trabalho dos fazendeiros. O cardápio completo geralmente inclui pão, ovos, bacon, linguiça ou morcela, cogumelos e batatas, geralmente picadas ou fritas. Nos pubs, o irish breakfast geralmente é servido durante o dia todo, e custa por volta de 10 euros. No dia-a-dia, não é comum ter um café da manhã destes, com exceção do fim de semana, quando as pessoas acordam mais tarde e têm mais tempo para cozinhar e comer.

9) Tirar fotos em um dos muitos castelos: Não é novidade que a Irlanda está repleta de belíssimos castelos. Muitos deles, como o Birr Castle, serviram (e ainda servem) de residência para a elite irlandesa. Outros, como o Menlo Castle, estão em ruínas e são assombrados por lendas e histórias trágicas. Alguns também servem de hotel, se você tiver dinheiro para bancar o valor da diária – o Ashford Castle, por exemplo, tem quartos que variam de €400 a €3.000 a noite.

10) Fazer uma trilha: Caminhar é a melhor forma de conhecer as mais belas paisagens e cantos escondidos da Irlanda. Há trilhas para todos os gostos e níveis de experiência na ilha. Uma das mais famosas é a Cuilcagh Boardwalk Trail – também conhecida como Stairway to Heaven ou “Escada para o Céu”, como na música do Led Zeppelin. O trecho final da trilha é uma escadaria que leva ao topo da montanha Cuilcagh, com 665m de altura. Outra trilha muito conhecida é a da montanha Croagh Patrick. Todos os anos, no último domingo de julho, milhares de peregrinos escalam a montanha em honra à St. Patrick – alguns com pés descalços, como forma de penitência.

Author: Pedro H. Moschetta

Trabalho com marketing digital e morei por dois anos na Europa. Gosto de escrever sobre viagens, negócios e entretenimento, além de compartilhar dicas e conselhos para brasileiros que moram fora do país.
or connect on social media below:
This site uses cookies. By continuing to browse the site you are agreeing to our use of cookies. Find out more on our privacy policy page.